Blog de Iluminação, Candeeiros Decorativos, Lâmpadas led

5 Razões para ter as Lâmpadas Led Mais Baratas!

Como comprar Lâmpadas Led Mais Baratas! Iluminação que gasta menos energia. Marcas brancas de lâmpadas led mais baratas. 5 Razões para ter as Lâmpadas Led Mais Baratas!

Descubra os principais motivos para as lâmpadas led terem preços mais baixos!

evolução do mercado da iluminação

Nos últimos 5 anos, o mercado da iluminação aumentou em volume e em diversidade. Isto é, o número de fabricantes cresceu, os modelos de lâmpadas aumentaram, e agora, o consumidor tem mais opções de escolha.

.

A poupança de energia já não é a única razão para trocar de lâmpadas!

Por outro lado, quando precisamos de escolher uma lâmpada led, os formatos e os tipos de design também aumentaram. Ou seja, não basta escolher o casquilho ou a temperatura de cor. Pois, o número de lâmpadas decorativas cada vez é maior no mercado da iluminação. Tem vários formatos e tamanhos do vidro da lâmpada; várias cores (coloridas, metalizadas, foscas ou transparentes); com filamento dourado; design vintage; design industrial ou design moderno.

1- Evolução da Tecnologia LED

Em 2007 surgem os primeiros díodos emissores de luz (LED) com prestações a abaixo dos 100 lumens por Watt. No entanto, isto representa uma grande evolução face à luz de halogéneo ou à luz fluorescente, com custos menores no consumo de energia.

Posteriormente, em 2014 a tecnologia avança a um ritmo cada vez mais acelerado e intensifica o desenvolvimento de novas lâmpadas led com 160 lumens a 200 lumens por Watt. Desse modo, a procura pelas lâmpadas mais evoluídas e com menor consumo aumenta.

Por outro lado, as primeiras lâmpadas led ficam obsoletas e sem interesse para o consumidor, uma vez que as novas são mais baratas, gastam menos energia e duram mais tempo.

Philips e Osram – Lâmpadas Led mais baratas

Atualmente, os principais fabricantes como a Philips e a Osram, todos os anos continuam a introduzir novas atualizações dos modelos existentes de lâmpadas led. Pois, assim conseguem inovar e ter mais vantagens competitivas. Desse modo, têm lâmpadas mais sustentáveis, que gastam menos energia, com uma luz mais forte e mais ecológica.

AMOLED, OLED E PMOLED: as novas tecnologias

Na prática, este tipo de tecnologias permitem reduzir uma lâmpada ou uma luminária, apenas a uma camada fina de vidro ou plástico. Além disso, é possível criar este tipo de luz em superfícies flexíveis ou maleáveis.

Por outro lado, a quantidade de luz emitida é distribuída por uma área maior. Isto é, evita o encadeamento dos pontos de luz anteriores.

Esta evolução dos leds, será um dos fatores mais importantes para desencadear novas formas de luz e integrar a luz em superfícies planas. Tudo isto faz baixar o preço das lâmpadas led normais.

O desenvolvimento da nanotecnologia na iluminação vai impulsionar ainda mais este setor.

2- Globalização do Mercado da Iluminação

A globalização do mercado mundial contribui para o livre acesso aos produtos. Pois, os fabricantes asiáticos estão mais próximos de pequenos importadores. Isto é, encomendam diretamente nestes países e vendem a preços mais baratos, face à grande concorrência. Além disso, estes fabricantes conseguem aproximar-se mais da Europa e têm uma abordagem mais agressiva em termos comerciais. Adotam um posicionamento mais parecido com os modelos de negócio usados no ocidente.

Os centros de logística situados em países como a Holanda, tornam os prazos de entrega mais rápidos. Desse modo, este é um fator que ajuda nos negócios. Além disso, torna o mercado mais permeável à entrada de lâmpadas led mais baratas.

Por outro lado, os maiores fabricantes de iluminação já têm as suas fábricas a funcionar na região do extremo oriente. Isto é, a pressão do mercado é grande e a necessidade de baixar preços nas lâmpadas led é tal, que deslocaram todos as suas produções para este lado do globo.

3- Marcas Brancas de Lâmpadas Led

Através das marcas brancas nas lâmpadas led, a oferta aumenta e os preços baixam. Desse modo, há mais concorrência entre a lojas de iluminação, e à partida, quem ganha com isso são as pessoas. Pois, com a evolução da tecnologia do díodo emissor de luz, agora gastam menos energia e têm uma “luz” que gasta menos. Logo, temos lâmpadas led mais baratas!

Atualmente, existem pequenas empresas que compram diretamente a fabricantes no estremo oriente, com o seu nome ou marca na lâmpada led. Com isto, conseguem ter melhores preços. Pois, vendem ao mercado sem intermediários, como um fabricante normal, à semelhança da Philips ou da Osram.

Com efeito, agora o cliente tem acesso à nova tecnologia de díodo emissor de luz (LED) que gasta menos energia. Além disso, tem várias marcas à escolha e tem lâmpadas led mais baratas!

Quem ganha é o consumidor! Pois, pode comprar lâmpadas led mais baratas!

As mais consumidas são as lâmpadas A60 com casquilho E27, as lâmpadas led tipo vela com casquilho E14, ou as lâmpadas led em forma de tubo T8, que substituíram as vulgares fluorescentes, usadas em cozinhas, escritórios ou lojas comerciais.

Todavia, as lâmpadas led não são todas iguais e não têm todas a mesma qualidade. Isto é, há que ter em conta outros fatores, para não ter surpresas desagradáveis.

Construção de uma Lâmpada Led

Na construção de uma lâmpada como um todo, existem componentes mais resistentes e mais duráveis. Acima de tudo, com melhor desempenho no rendimento luminoso e no seu consumo. Desse modo, não basta escolher a potência em Watts (W). Pois, ter menos Watts não é sinónimo de gastar menos energia. O PF (Fator de Potência) é um bom indicador a ter em conta na hora de comprar lâmpadas led. Pois, um fator de potência igual ou maior do que 0,9PF é uma garantia mais real de que vai gastar menos energia, em comparação com uma lâmpada de 0,5PF.

As marcas brancas de iluminação são uma mais valia para o mercado, mas não podemos colocar tudo no mesmo pé de igualdade. Nesse sentido, temos de estar bem informados quando decidimos comprar lâmpadas led mais baratas.

Além disso, existem boas opções de marcas brancas no mercado. Isto é, algumas marcas já conseguiram fidelizar clientes através da ótima relação preço – qualidade. Como por exemplo, a marca Navigator da Rússia.

4- A Iluminação na Grande Distribuição

Na década anterior, as grandes superfícies serviram como porta de entrada às principais marcas de iluminação. Ainda hoje, este é um dos canais preferidos do consumidor para fazer a suas compras. Dessa forma, as marcas de lâmpadas led mais conceituadas, encontraram aqui um modo de massificar a venda das suas lâmpadas led.

Contudo, os preços nunca foram os mais competitivos. Numa fase posterior, depois do cliente estar habituado a ter estes produtos nos hipermercados, e de uma forma geral, as grandes superfícies abriram as suas prateleiras às lâmpadas led de 1º preço. Ou seja, fazem compras globais diretamente a fabricantes que lhes permitem vender as suas próprias marcas, ou a marca de terceiros como marca branca.

A partir desta altura, as lâmpadas led ficam realmente mais baratas, embora a maioria dos produtos seja de qualidade inferior e com pouca duração.

Por outro lado, algum tipo de lâmpadas começou a decair em detrimento de novos produtos, como os downlight Slim Led, que dão mais luz e gastam menos do que algumas lâmpadas antigas para o teto. Por exemplo, um Downlight Slim Led Eco de 12w, dá uma luz bastante superior através dos 880 lumens que tem.

5- Comercio online e lojas e-commerce

O comércio online em Portugal tem vindo a crescer todos os anos. Todavia, no ano de 2020 registou um aumento de mais 15 milhões de euros face ao ano de 2019. Deste modo, a previsão de vendas eletrónicas para o ano de 2021, deverá rondar os 120 milhões de euros para transações feitas em Portugal.

Os efeitos da pandemia da Covid-19 é uma das causas que motiva os portugueses a comprar mais online. Aliás, mudou totalmente os hábitos dos consumidores e vai transformar as empresas nos próximos anos.

Nesse sentido, 73% dos compradores online admite mesmo, que vai efetuar cerca de 3 a 5 compras por mês nestes canais de venda.

Vendas Online de Iluminação

Nos últimos 4 anos, o número de empresas que vendem online, também cresceu. As empresas portuguesas vêm nestas plataformas um meio para chegar mais mais depressa ao consumidor final.

Por outro lado, cresceram as empresas estrangeiras que possibilitam as entregas em Portugal. Estas lojas apostam maioritariamente na venda de artigos de marca branca a preços mais baixos. Naturalmente, este é outro dos fatores que faz com que as lâmpadas led estejam mais baratas.

Marketplaces

Os “marketplaces” são lojas generalistas que, como o nome indica, são locais (sites) para a venda de vários produtos.

O que são Marketplaces?

De uma forma direta: um Marketplace é um centro comercial virtual, que junta várias lojas online num só espaço!

No nosso país, existem vários empresas destas, que possibilitam uma maior visibilidade para as empresas anunciantes, ao mesmo tempo que democratizam a compra dos consumidores. Pois, os preços estão acessíveis a toda a gente, o que permite uma escolha mais clara e bem informada para os clientes que compram.

As “montras” estão sempre visíveis e abertas 24 horas por dia!

Os Marketplaces portugueses mais conhecidos são o KuantoKusta e a Dott. Por outro lado, recentemente, a Amazon anunciou a sua entrada no mercado nacional. Agora, tem o seu site quase todo em português (PT) e com entregas direcionadas para o nosso país.

CONCLUSÃO

A tendência para as lâmpadas led ficarem mais baratas mantêm-se! Além disso, a tecnologia continuará a evoluir e o consumidor continuará a ser beneficiado na atual conjuntura. Beneficie desta mais valia e faça suas compras de lâmpadas led na Tecniled.

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *